Campeonato Brasileiro

Copa do Brasil

WWE

Postagens Recentes

Dossiê Eduardo Baptista!

15:48:00 1 Comentário


Eduardo Alexandre Baptista, profissional de 46 anos, ao que tudo indica, será o novo treinador da Sociedade Esportiva Palmeiras. Irá substituir Cuca, que por questões familiares (saúde da esposa) não renovará o vínculo que se encerra dia 31 de dezembro. 

Baptista chega com olhar torto por parte da torcida, que em sua maioria reprova a escolha do ex- treinador de Sport, Fluminense e Ponte Preta. É considerado um treinador promissor, porém uma boa parte da imprensa vê como uma aposta alta e arriscada, sua chegada ao Palestra. E para a muitos, ele foi o plano B do Palmeiras para ser o escolhido, para comandar o Enea Campeão Brasileiro. Seu aproveitamento nunca ultrapassou 54% de aproveitamento, tendo conquistado dois títulos, ambos com o Sport. Quando esteve no Fluminense, ficou cerca de sete meses e não vingou. Alén de ser criticado por não conquistar resultados convincentes, principalmente em clássicos, nunca foi unanimidade da diretoria do clube carioca. Tanto que saiu pela porta dos fundos e não deixou saudades, tendo incluído no combo trágico das Laranjeiras, uma eliminação épica para o Palmeiras, nas semi finais da Copa do Brasil de 2015.

Veja a seguir, um dossiê resumido, da curta carreira como treinador de Eduardo Baptista.

No Sport, Eduardo Baptista passou por altos e baixos no Sport. Assumiu o time ainda interinamente, em 30 de janeiro de 2014, como então preparador físico do clube, e acabou conquistando a Copa do Nordeste, e o Campeonato Pernambucano daquele ano. Começava então a sua carreira como treinador, e começava a deixar de lado, apenas a batuta de “filho do Nelsinho Batista”. No mesmo ano em que se tornou técnico, porém, conheceu a sua primeira crise. Ficou oito jogos sem vencer na Série A, e acabou dando a volta por cima, superando o jejum de vitórias, sempre prestigiado com à diretoria. 

Diferente do ano da sua estreia como treinador, 2015 foi um ano duro para ele, que desde as primeiras competições, teve problemas. Após bons resultados nas fases iniciais da Copa do Nordeste, e Campeonato Pernambucano, o treinador foi eliminado nas duas competições, e na mesma semana. Primeiro pelo rival Bahia em uma quarta-feira e, no domingo seguinte, pelo Salgueiro. Mais uma vez, o técnico daria a volta por cima com o apoio da diretoria, e se estatizaria em resultados. Na Série A, o técnico do Sport virou sensação. Foi apontado como um dos principais responsáveis pela irretocável campanha da equipe, que chegou a liderar a competição por 5 rodadas e só conheceu a sua primeira derrota no 12º embate, diante do Atlético-MG. Foi quando começou a desandar a maionese recifense. O time venceria a sua última partida na 14ª rodada, contra o São Paulo. Depois, o Sport caiu pelas tabelas.


A mesma diretoria que, apoiava Eduardo com uma blindagem incomum no Brasil, voltou a protegê-lo. A pressão forte da torcida, juntamente com uma tentadora proposta do Fluminense, trataram de colocar um ponto final na passagem de Baptista no Sport. Após mais um empate do clube na Série A, então 13º em 26 partidas.

Eduardo como técnico do Sport:
1 anos e 7 meses
127 partidas
55 vitórias
35 empates
37 derrotas
53% de aproveitamento

2 títulos
Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano (ambos 2014)

No Fluminense, chegou com ares de promissor e salvador da pátria. Era tido como a esperança carioca para reconstrução e restauração da equipe, entre os grandes clubes do futebol brasileiro. Mas em nenhum momento repetiu o desempenho que teve com o Sport. Sempre foi questionado, e nunca foi bem quisto pela diretoria do clube, salvo o presidente Peter Siemsen. Mas o início irregular de Campeonato Carioca, e as 'não-vitórias' contra os rivais Flamengo, Botafogo e Vasco, custaram o seu cargo.

No total foram 26 partidas, com oito vitórias, cinco empates e TREZE derrotas. 
No Campeonato Carioca, o Fluminense ocupava apenas a quarta colocação do grupo A com sete pontos em seis jogos (duas vitórias, um empate e três derrotas). Muito pouco, mesmo para um torneio regional.

Na Ponte Preta desde abril, Baptista assumiu a equipe campineira para a disputa do Brasileirão. Em 43 partidas à frente da equipe, tendo Série A do Brasileiro e Copa do Brasil em sua passagem, foram 17 vitórias, 11 empates e 15 derrotas, com 48% de aproveitamento. Com esses números, deixou a Macaca na primeira divisão, na qual era sua principal meta, e parou nas oitavas de final da Copa do Brasil, diante do Coritiba, em pleno Moisés Lucarelli.

Eduardo terá o maior desafio da carreira, e a maior chance também. Mas sabe que por mais que haja a pressão da torcida, sabe que estará com a melhor estrutura para se iniciar um trabalho no futebol brasileiro, com o atual campeão nacional, bons valores no elenco, e a missão de dar seguimento ao trabalho de Cuca que deu frutos. Ele terá 25 dias de pré-temporada para ajustar a equipe, e terá a chance de provar aos torcedores deram vistas grossas à Moisés, Fabiano, Jaílson, entre outros em suas chegadas, que pode ser útil ao Verdão. 

Boa sorte, e que o Palmeiras siga seu rumo com conquistas.

Tradicionalmente eu encerro os textos com Forza Palestra, Avanti..., mas num momento tão duro, encerro com:

#ForçaChape #ForçaChapecó
Equipe Palmeiras: Twitter 
por Leonardo Bueno

Desculpa o Auê ... Mas a culpa é do Del Nero

21:25:00 Adicionar Comentários


Está decidido, o Atlético não vai entrar em campo contra a Chapecoense, no dia 11 de Dezembro, em, Chapecó na ultima rodada do Campeonato Brasileiro. Em um pronunciamento o Presidente do Clube Mineiro Daniel Nepomuceno,diz que não há clima para o jogo, devido ao acidente que matou a maior parte do time catarinense, na Colômbia .
O Atlético não teme uma punição : “No momento de dor e respeito à tragédia, ficamos de luto e tem que ficar resignado e respeitar e não simplesmente ir para a TV e ficar declarando. A gente respeita a dor, não é momento para cobrar de jogador nenhum a receita do esporte”, disse.

A CBF adiou todos os jogos da 38ª rodada para o fim de semana que vem, assim como a final da Copa do Brasil, que será disputada no dia 7. Assim, o Galo adiantou que as férias dos jogadores começarão na quinta-feira, um dia depois de disputar a decisão contra o Grêmio, em Porto Alegre.

Daniel Nepomuceno entende que é preciso ter respeito às vítimas da tragédia: “Haverá uma punição com a perda dos 3 pontos, mas o time não terá sua posição alterada, não vai ser prejudicado. É o mínimo que se pode ter com a cidade, com os familiares, pelo estado e o país que sofre com o acidente”, disse Nepomuceno.

EM CHAPECÓ


Em resposta ao pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que havia sugerido que o time catarinense entrasse em campo com uma formação composta por garotos das categorias de base, apenas para que fossem homenageados. A Chapecoense por intermédio do chefe de departamento de desempenho, Vitor Hugo Nascimento, anunciou a decisão após reunião entre dirigentes do clube. Ele ainda reclamou do fato do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, ter dito que seria uma oportunidade de promover uma festa para os jogadores falecidos.

"Não teremos jogo. Já juntamos do que sobrou da comissão, jogadores e todos foram unânime: não vamos jogar. As inscrições acabaram e vão abrir uma exceção para rasgar o regulamento? Não tem nem clima para essa partida. Como se comportariam os árbitros e adversários contra nós?", questionou o dirigente, que emendou. "Usaram a palavra festa. Festa? Que festa é essa? Foi muito bom o Atlético Mineiro já avisar que não vai vir para Chapecó e a CBF não manda neste aspecto", completou Vitor Hugo.
Com a recusa em entrar em campo, o time mineiro irá terminar a competição no quarto lugar, com os 62 pontos que tem atualmente.

Da série D para a A, da Bolívia aos nossos corações

14:34:00 Adicionar Comentários
O 2016 claramente acabou mais cedo. O esperado era que o ano esportivo tivesse fim no dia 4 de Dezembro, mas acabou hoje, nessa madrugada, dia 29 de Novembro. Apaguem os sinalizadores, parem com os batuques nas baterias, cessem os hinos, abaixa a bandeira. Acabou. O sonho, o brilho, a ascensão... Acabou.
Imagem: reprodução Facebook, autor desconhecido./ Acima os jogadores comemorando a classificação, abaixo os jogadores que não viajaram com a delegação recebendo a notícia.
Era a primeira vez em 43 anos de Associação Chapecoense de Futebol ia a uma competição internacional mas teve seu sonho interrompido por uma tragédia; destino, você é um canalha!

O time que conquistou todos os corações brasileiros pela sua ascensão contínua em 1 ano e meio de série A, depois de tantas alegrias, hoje, nos proporciona um vazio, faltam palavras pra descrever a situação que todo amante do bom futebol que a garotada da Chapecoense fazia, está sentindo. Todos vibramos a classificação á final da competição Sul Americana conquistada com muito suor, muito amor e raça... Acabou.
Imagem: goloboesporte.
O Brasil é verde e preto, verde da Chapecoense e preto do martírio amargo que nos consome nessa terça feira. 

Foram 76 mortos, incluindo jornalistas. A pior parte de ser colunista coincide com a melhor: levar informação ao leitor, mas quando a mesma é triste ninguém quer conduzi-la, somente esquecê-la, e comigo não é diferente, por mais que meu coração doa a cada vez que meu dedo atinge o teclado eu tenho/preciso mostrar o quanto gosto desse clube e o quanto quero ver esse time crescer de novo a longo prazo.
Imagem: Redação em Campo.
Neto e Danilo estão no hospital, nossa luz de esperança encontra-se neles, e que saiam dessa pra representar com vida o gigante de Chapecó. O goleiro reserva Follmann foi resgatado com vida e teve sua perna amputada em decorrência do acidente. Thiaguinho que havia acabado de receber a notícia no avião que seria pai, foi um dos que faleceu durante a viagem; cara... Não tem nada que defina como é amarga a sensação de luto. Essa é apenas uma das muitas histórias que teve um ponto final trágico... 76 famílias choram e o Brasil chora junto!

Os clubes em solidariedade com a Chapecoense estão em diversas propostas para homenagear o gigante do Sul. O Palmeiras entrou com um pedido para jogar a última rodada com a camisa da Chape e o Atlético Nacional pediu para que o título da Sul Americana fosse dado ao clube brasileiro. 

O Corinthians postou em sua rede social oficial do Facebook a nota de que diversas presidências de clubes brasileiros irão emprestar gratuitamente jogadores para a Chapecoense e ainda recorrer a CBF que a Chape não seja rebaixada durante 3 temporadas, o que foi chamado de "Medida Solidária". Há rumores de que o PSG irá doar 40 milhões de euros para a Chapecoense, mas nada confirmado.

76 vidas, 76 sonhos, 76 famílias, 76 almas, 22 jogadores, 21 jornalistas, tripulação no geral... O que nos resta é nos mobilizar com orações e energias positivas para quem ficou e torcer para que a caminhada até o céu seja iluminada e regada de paz àqueles que foram. A equipe VQTTV encontra-se em grande luto pelo ocorrido e é difícil aguentar o amargo do martírio. 



FORÇA CHAPE, O BRASIL É VERDE!

Pós - Jogo: Vivo e com alma lavada para a última rodada

16:57:00 Adicionar Comentários
Na tarde chuvosa de Porto Alegre, o Inter recebeu o Cruzeiro. Precisando vencer para seguir respirando na luta contra o rebaixamento, o colorado fez 1 a 0 em golaço de Valdívia, e de alma lavada (literalmente), segue vivo para a última rodada.

O técnico Lisca compreendeu o apelo da torcida e mandou o Inter a campo com uma escalação coesa e com Seijas e Nico Lopez em campo. Mesmo assim, o time colorado fez um primeiro tempo fraco. O que se viu em campo foi um time nervoso, e sem padrão tático. Corriqueiros foram os momentos onde se viam os jogadores abrindo os braços cada vez que recebiam a bola, pois os mesmos não sabiam o que fazer com ela, obrigando assim o comandante a fazer sua primeira troca ainda no primeiro tempo. Geferson saiu para a entrada de Vitinho.

Mesmo com uma atitude ousada, de quem queria vencer o jogo. O Inter não conseguiu melhorar. Em um erro no campo de ataque, cedeu o contra o golpe e quase viu o adversário abrir o placar. E a primeira etapa terminou com igualdade no marcador.
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Na segunda etapa já com Ariel e Valdívia que entraram no decorrer da partida, o Inter seguiu sem assustar o adversário. Com o time inoperante, a torcida tratou de apoiar incondicionalmente. Abraçou o time e promoveu uma festa que parecia até que os colorados lutavam pelo título.

Quase no fim da partida, um escanteio para o Cruzeiro deixou a torcida receosa. Mas a defesa colorada cortou e aí começou a nascer  gol que manteve o colorado vivo no campeonato. Valdívia puxou contra-ataque, cortou o adversário e de fora da área anotou um verdadeiro golaço. Meio time do Inter caiu no choro, a torcida cantava, vibrava e se emocionava. Aquele gol manteve acesa a esperança de que ainda poderemos nos salvar. E no final do jogo, não poderia faltar aquela falta marota pro adversário que nos deixou loucos, porém o dia era colorado, e a bola foi para fora.

Daqui a pouco todos seremos Coritiba, na alegria e tristeza, na saúde e na doença (risos). Seguimos na zona, mas estamos vivos e não está morto quem peleia. Quem puder que vá ao Rio, quem não puder, faça como eu, que ficarei em casa, mas com a alma presente no Maracanã para atrair positividade e no final bradar aquela vitória que se Deus quiser virá e com ela junto a nossa permanência no lugar de onde nunca devemos sair: a elite do futebol brasileiro!

Walter de Souza

"No jogo dos sem-técnico", Tricolor vira nos acréscimos

11:26:00 Adicionar Comentários

A partida no Independência, a penúltima do BR-16, teve uma particularidade: os dois times entraram em campo com interinos - Pintado pelo São Paulo e Diego Giacomini pelo Atlético-MG- , já que Ricardo Gomes e Marcelo Oliveira foram demitidos durante a semana:  no caso são-paulino, Rogério Ceni vai assumir como treinador após o fim do campeonato. Sem chance de cair e nem de brigar pelo G-6, o São Paulo entrou em campo apenas para melhorar sua situação na tabela e fazer uma despedida de 2016 digna (claro que não à altura das tradições do clube, mas menos vergonhosa, por assim dizer).

No primeiro tempo, o jogo foi mais movimentado, com os times criando mais chances e buscando mais o gol adversário, tanto que em falha de Renan Ribeiro (começou o jogo no lugar de Dênis, mas saiu substituído com dedo fraturado após cabeçada de Fred), Hyuri, aos 23 minutos do primeiro tempo, só teve trabalho de tocar para o gol vazio e fazer 1x0 Atlético-MG.


Maicon São Paulo (Foto: Rubens Chiri  / Site oficial do São Paulo FC)
Maicon faz acrobacia para comemorar o golaço de falta (Foto: Rubens Chiri / Site oficial do São Paulo FC)

Dois minutos mais tarde, Maicon acertou belíssima cobrança de falta e a bola entrou no ângulo de Giovanni: GOLAÇO!!! Novamente, assim como na Libertadores, Maicon fez gol diante dos atleticanos e no mesmo estádio - lá valeu classificação para a semifinal, nesse abriu caminho para uma possível ida à Sul-Americana de 2017 - . Primeiro tempo movimentado e 1x1 no placar.


Renan Ribeiro São Paulo (Foto: Rubens Chiri / Site oficial do São Paulo FC)
Renan Ribeiro deixa o campo com dedo fraturado (Foto: Rubens Chiri / Site oficial do São Paulo FC)

O segundo tempo foi bem monótono, dando a impressão que a igualdade do placar continuaria porque nenhum time mostrava algo de diferente, até que Lucas Cândido chutou, Dênis fez uma defesaça e ainda Chávez carimbou travessão de Giovanni: ainda deu tempo do tricolor armar um maravilhoso contra-ataque e já nos acréscimos, a bola sobra para Gilberto definir o placar: 2x1 São Paulo, primeiro gol do atacante com a camisa tricolor.

Agora é lotar o Pacaembu domingo que vem, golear o Santa Cruz para terminar o campeonato pelo menos na décima posição.

Rumo à vitória, São Paulo!


Twitter: @ManoelRocha4 Soberano

Pré - Jogo: Lutando pela própria história, Inter recebe o Cruzeiro no Beira-Rio

01:25:00 Adicionar Comentários
Neste domingo, 27 de novembro, às 17 horas, no Estádio Beira-Rio, o Inter recebe o time do Cruzeiro. Em  partida válida pela 37º rodada do Campeonato Brasileiro, o time do técnico Lisca precisa urgentemente dos três pontos. Pois, caso perca, combinado com um empate do Vitória, que enfrenta o Coritiba, o time alvirrubro ficará matematicamente rebaixado para a Série B em 2017.

Para mobilizar o time e afastá-lo dos constantes protestos, a diretoria vermelha teve a ideia de antecipar o regime de concentração para quinta-feira no Resort Vila Ventura, em Viamão. Os treinos realizados durante este período foram com portões fechados. Apenas a imprensa teve acesso em partes da atividade.

Após o jogo contra o Corinthians, onde saiu derrotado por 1 a 0, Lisca deu a entender que Alex, Nico Lopez, Ariel e Seijas deverão ser titulares neste domingo. Segundo o comandante, ambos estão bem psicologicamente e o treinador considera isto fundamental para o momento delicado do clube. 
Foto: Ricardo Duarte/ Internacional

Livre do rebaixamento, o Cruzeiro traçou uma meta para terminar o campeonato com a moral alta que é vencer todos os jogos que lhe restam. Quem imaginava uma equipe reserva e de sangue doce no Beira-Rio, se enganou. Apenas os suspensos, Henrique e Arrascaeta, não irão atuar. O técnico Mano Menezes também desmentiu o boato de que Sóbis seria poupado para evitar uma possível hostilização dos colorados. Mano também afirmou que não jogará para rebaixar o Colorado, e sim jogará para cumprir a meta estabelecida pela diretoria, comissão técnica e jogadores celestes.



INFORMAÇÕES DA PARTIDA:

INTER: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo, Rodrigo Dourado, Anderson (Ariel), Seijas e Alex; Vitinho (Nico López).

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Bryan; Cabral, Robinho, Sobis e Romero; Alisson e Willian.

ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido de Souza (SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ribeiro (SP).

Walter de Souza

ESTÁ CHEGANDO A HORA DE SER ENEA

20:55:00 Adicionar Comentários
Confesso que tem sido dias complicados, e olha que já vivo de Palmeiras há uns bons anos, mas não é por isso que sou diferente de vocês, muito pelo contrário, somos carne e unha nesse momento. 

Falando um pouco do Palmeiras, especialmente essa semana, o técnico Cuca liberou o acesso aos torcedores na Academia de Futebol, fazendo com que acontecesse algo mágico, tanto para os torcedores, como para os jogadores. A energia vibrada entre todos era contagiante, torcedores que estavam ali para, pela primeira vez acompanhar um treino de perto, pela primeira vez ver seu time conquistar um título nacional, pela primeira vez estar ao lado do seu ídolo, pela primeira vez sorrir com naturalidade, pela primeira vez se sentir notado. Sim, notado pelos jogadores, que também estavam tendo, na grande maioria, o primeiro contato com os torcedores em um treino, sabemos que em um estádio não existem rostos, existe torcida com um só rosto, no treino, com número pequeno de torcedores, foi possível ver o tamanho da alegria dessas pessoas, sendo pela primeira vez, olhado nos olhos pelos jogadores. 

Reprodução/Premiere

Quem momento senhores.Já dizia Paulo Nobre.rsrs E por falar em Paulo Nobre, essa semana o presidente do Palmeiras deu uma entrevista exclusiva à WebRádioVerdão, falando de seu mandato, dos erros e acertos, da patrocinadora, e principalmente da parceira WTorre, onde o relacionamento só não é pior, porque existe relacionamento. O presidente falou de um assunto que deixou muitos torcedores bravos, mas justificou sua posição em ralação ao fechamento da rua Palestra Itália. Paulo Nobre, assim como eu e você, conta os dias para esse jogo que pode concretizar o título nacional, e como todo os profissionais do clube, incluindo jogadores, não tira os pés do chão na hora de falar se o clube já é o campeão. E você torcedor, já comemora o título? Eu ainda não, mas a confiança é tão grande que não vejo outra coisa a fazer, se não uma grande festa após o apito final nesse domingo, só prefiro esperar a hora certa.rsrs. Vocês perceberam que está difícil até para escrever, são tantas coisas que passam pela cabeça essa semana que focar em um assunto só não está sendo possível. Parece que essa semana se transformou nos 22 anos que passamos sem esse título. Não passa nunca. Essa semana escrevi no meu twitter que, o jogo de domingo, na minha visão, será o jogo do ano, não só pelo título, mas principalmente pelo futebol, que acredito será a melhor partida desses jogadores no ano, é hora de confirmar o amadurecimento, mais do que a união, que já foi contestada por alguns experts. Você pode perguntar, ou questionar. Como assim?! Deve ser um jogo muito difícil, é contra a Chapecoense, que vem fazendo um ótimo trabalho esse ano, e está na final da Sulamericana. E falo. Independente do time, e acredito que se fosse o todo poderoso Barcelona, tá bom, menos menos. Especificamente nesse jogo, seremos muito mais do que eles, o peso, a pressão não é mais do Palmeiras como foi até a última partida, esse será um domingo de festa, onde os jogadores confirmaram o brilhante momento do clube. O técnico Cuca não deve contar com Mina, que saiu com dores musculares na última partida, o substituto será Edu Dracena. Tchê Tchê treinou normalmente e não é dúvida, ainda falta saber de Róger Guedes, no treino de sexta o jogador não participou, Thiago Santos deve estar em campo, e Cleiton Xavier, que não foi bem contra o Botafogo deve ficar no banco. 

A torcida mais uma vez marcou para esse sábado uma manifestação de apoio ao time, com ponto de concentração na rua Caraíbas, os torcedores seguirão juntos até a Academia de Futebol, onde acontece o último treino antes do jogo, com a definição do time titular. Você vai conseguir a noite de sábado para domingo? Tenho certeza que será complicado para todos nós, e mesmo com a policia avisando do fechamento da rua Palestra Itália, torcedores ocuparão os arredores do estádio até momentos antes da festa, onde tenho certeza que, não existirá mais o bloqueio a torcedores. HAJA CORAÇÃO AMIGOS!!!! Prometo que a semana que vem encontro melhores assuntos.hahahahaha

Acompanhem nesse domingo nossa conquista com a equipe mais verde do planeta: Web Rádio Verdão.

Forte abraço!

Claudio Ricci
CONHEÇA MAURÍCIO GALIOTTE, PRÓXIMO PRESIDENTE DO PALMEIRAS

CONHEÇA MAURÍCIO GALIOTTE, PRÓXIMO PRESIDENTE DO PALMEIRAS

19:05:00 Adicionar Comentários
Nenhum palmeirense tem dúvidas de que o final de semana será muito importante e especial. E não é pra menos, já que o time precisa apenas de um empate para se consagrar eneacampeão brasileiro. Se o caneco virá já neste final de semana, com uma rodada de antecedência, nós não sabemos, mas o que  é certo é que a cadeira da presidência do time palestrino terá um novo ocupante
Resultado de imagem para mauricio galiotte
Cesar Grego/Ag. Palmeiras


No próximo sábado, 26, o torcedor ficará de olho na política do clube alviverde, para conhecer quem será o sucessor do presidente Paulo Nobre. Provavelmente, quem deverá assumir o cargo será Mauricio Galiotte, único candidato na disputa - Maurício só não será eleito se o número de votos brancos e nulos superarem os 50%. Mas, se ocorrer ao contrário, caso receba mais da matade dos votos, Galiotte assumirá a presidência do clube no dia 15 do mês que vem.

A chapa é formada pelos vices Genaro Marino Neto, Antonino Jesse Ribeiro, Victor Fruges e José Carlos Tomaselli. Galiotte faz parte do grupo político da situação do Palmeiras.

MAURICIO PRECIVALLE GALIOTTE

Nascido em São Paulo e de origem italiana, Maurício é formado em administração de empresas lela PUC, com pós-graduação em marketing pela FAAP. Atualmente é proprietário de uma fábrica de chaves e fechaduras em Barueri, na grande São Paulo.

Sócio do clube desde 1978, atuou pelo clube nas categorias de base do futebol e futsal, entre 1979 e 1987. Iniciou sua trajetória política em 2001, após ser eleito como suplente do Conselho Deliberativo, e em 2004 foi escolhido como conselheiro efetivo. Entre 2007 e 2008, foi diretor de esportes amadores na gestão de Affonso Della Monica. Entre 2009 e 2010, foi diretor social do clube, na gestão do presidente Luiz Gonzaga Belluzzo.

Com fama de pacificador, Maurício, se eleito, assumirá a presidência, visando manter a base estrutural e financeira que recolocou o Palmeiras na vitrine do futebol nacional. Terá que cuidar de renovações de jogadores, dispensas, e reempréstimos de jogadores que não serão utizados em 2017, mas possuem vínculo com o clube. E principalmente, renovar o vínculo de Cuca e sua comissão técnica.

Respeitem a camisa do Vasco, jogadores!

17:38:00 Adicionar Comentários
O jogo decisivo está chegando, meus amigos! Neste sábado (26/11), o Vasco da Gama recebe o Ceará no Maracanã. Infelizmente para nós, não é a final de uma competição continental ou uma rodada final que viria a definir o título nacional ou vaga para Libertadores. Se trata de um confronto que, ou confirmará mais um retorno do Gigante da Colina para o lugar de onde nunca deveria ter saído, ou será a prorrogação de um pesadelo para a torcida vascaína. Como se já não bastasse o imenso sofrimento causado por três rebaixamentos em tão pouco tempo, uma possível não promoção poderia ser considerada a maior vergonha da história do nosso clube.

Imagem: Google
                                               
O bacalhau depende apenas de si para confirmar o retorno à elite, entretanto, em caso de empate ou derrota, precisará torcer por um tropeço do Náutico(5º colocado). A equipe de Recife enfrentará o Oeste, em casa, no mesmo horário do duelo de alvinegros.

A torcida do Vasco nunca abandonou seu amado time, mesmo durante momentos tão turbulentos sempre esteve presente. E mais uma vez, prova que está ao seu lado. Para o jogo contra o time cearense, foram disponibilizados pouco mais de 50.000 ingressos para venda. Em apenas dois dias os mesmos foram esgotados. Protestos contra a diretoria e má gestão dentro do clube são preparados para o sábado, porém, temos a certeza de que durante os 90 minutos todos os gritos de incentivo possíveis ecoarão pelo maior palco do futebol brasileiro.

Apoio não faltará, mas como diz o conhecido ditado “futebol se joga dentro das quatro linhas”. A maioria dos erros que vêm sendo vistos nos últimos jogos são consequência de desatenção e acabaram colocando o clube na atual situação. Depois de tantos resultados ruins, o grupo de jogadores já não passa mais nenhuma confiança para sua torcida. Como o período foi muito curto para que mudanças rígidas ocorressem, só resta à imensa torcida bem feliz esperar que a camisa do Gigante seja ao menos respeitada por quem entrar em campo nesse último confronto. E que, independente do resultado final e de quem fique ou saia, a falta de entrega vista nesse segundo semestre de 2016 nunca mais se repita em São Januário.

Os principais desfalques para o duelo são o zagueiro Luan (suspenso) e o atacante Éderson (se recupera de lesão muscular). Assim, o Vasco deve ir a campo com a seguinte formação : Martín Silva, Madson, Rafael Marques, Rodrigo e Julio César; Diguinho, Douglas, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Thalles.

Fórmula 1

Entrevistas

Coluna do Ricci