Entre em contato conosco

Futebol Internacional

Primeira noite de semifinal da Liberta coloca Palmeiras a frente do River na vaga pela decisão

Published

em

Com gols de Rony, Luiz Adriano e Matías Viña, Verdão vem com grande vantagem para o jogo da volta em casa

Compartilhe esta publicação

A primeira partida da semifinal da Libertadores da América aconteceu nessa terça-feira no estádio do Independiente del Valle em Buenos Aires devido a reforma no Monumental de Núñez, campo tradicional do River Plate, que saiu atrás na busca pela vaga na final da competição. O palmeiras abriu o placar com um golaço de Rony ainda no primeiro tempo e ampliou no segundo com Luiz Adriano e Viña, que fechou a conta. Mesmo com a vantagem, o time argentino tentará reverter o placar em São Paulo para buscar a quarta final das últimas seis da liberta.

Foto divulgação Twitter Palmeiras

Embora ainda falte 90 minutos de decisão, o time comandado por Marcelo Gallardo – que está desde 2015 a frente da equipe argentina – pode se decepcionar diante de um adversário brasileiro pela segunda temporada consecutiva. Isso porque em 2019, o Flamengo surpreendeu na final e virou o jogo nos acréscimos com dois gols de Gabriel Barbosa levando a melhor naquela campanha histórica com Jorge Jesus. Agora, outro português pode estragar os planos de Gallardo e levar o time paulista à sua quinta final de libertadores. Abel Ferreira, recém chegado no comando técnico ainda tem a chance de ganhar a Copa do Brasil e quem sabe conquistar de vez os alviverdes.

Na tentativa de alcançar seu segundo título na Libertadores, após a ótima vitória de ontem o Palmeiras já tem a segunda melhor campanha da história da competição desde 1960 com o melhor ataque dessa edição (32 gols) -se igualando ao número recorde da campanha de 2000 – e a segunda melhor defesa (4 gols sofridos), seguindo invicto até aqui. O time mostrou que tem tradição no torneio sul-americano e quebrou o recorde de vitórias de um time brasileiro na Libertadores (107), que até então era do Grêmio com 106. No entanto, mesmo que se garanta na final terá outro grande adversário. 

Hoje, Boca Juniors e Santos dão início a outra semifinal com a possibilidade do futebol brasileiro sair vitorioso novamente. Isso porque o time da Vila Belmiro desclassificou o tricolor gaúcho nas quartas de final com o placar agregado de 5 a 2 e estando de fora da briga pelo brasileirão, vai concentrar as forças no troféu da Conmebol. Por outro lado, o Boca Juniors terá de se superar com o desfalque importante do colombiano Jorman Campuzzano, que segundo a imprensa Argentina sofreu uma contratura muscular no empate com o River Plate no fim de semana. Além disso, veremos como enfrentarão a falta de torcedores no estádio La Bombonera, conhecido justamente por ser temido pela pressão que exerce sobre os adversários. De fato, em qualquer cenário possível diante dessas semifinais entre brasileiros e argentinos haverá um grande clássico na decisão pela conquista da América. 

Estádio do Boca lotado na edição de 2015 da Liberta quando ganhou o status de mais temido da competição Imagem: AFP PHOTO / Maxi Failla

Compartilhe esta publicação
Continuar Lendo
1 Comentário

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *