Entre em contato conosco

Champions

RIVALIDADE: Messi e CR7 voltam a se enfrentar pela Champions League e português leva a melhor

Published

em

Cristiano Ronaldo marcou 2 vezes em cobranças de pênaltis enquanto que Lionel Messi, mesmo com boa atuação não deu conta dos problemas coletivos do clube catalão

Compartilhe esta publicação

Considerados por muitos os maiores jogadores de futebol da atualidade, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, voltaram a se enfrentar pela Liga dos Campeões nessa terça-feira pela última partida de seus clubes na fase de grupos da competição. No Camp Nou, Barcelona e Juventus marcaram o duelo de número 36 entre o argentino e o português que resultou na vitória do time italiano comandado por Andrea Pirlo pelo placar de 3 a 0. Assim, a Juve se classificou em 1° lugar no Grupo G e o Barcelona ficou com a 2ª colocação que os leva agora às oitavas de final da UCL. O confronto também protagonizou outra rivalidade decisiva para vitória da Velha Senhora, isso porque o goleiro Buffon fez 6 defesas de chutes certeiros de Messi. A derrota do time espanhol é reflexo de um momento conturbado que o Barça enfrenta também na La Liga. Em 33 anos, tem o pior início no campeonato espanhol ocupando o 9° lugar da tabela. Por outro lado, Cristiano Ronaldo agora soma 134 gols na sua artilharia histórica da Liga dos Campeões e já marcou 40 gols em 41 jogos neste ano.

Desde que CR7 deixou o futebol espanhol, esses encontros passaram a ser mais raros e também mais valiosos. A última partida havia ocorrido no dia 6 de maio de 2018 e agora questiona-se se pode ter sido o último embate entre as duas lendas do futebol atual. Na Espanha, onde a rivalidade se tornou histórica ainda quando o português atuava pelo Real Madrid, ambas as carreiras foram construídas por muitas vezes com base nos mesmos títulos que conquistavam tanto com o coletivo quanto individualmente. Lionel Messi, fiel ao clube catalão levou a melhor em 16 dos 36 confrontos e marcou 22 vezes. Hoje, o português atingiu a 10ª vitória no embate e chegou a marca de 21 gols. Ademais, CR7 supera os números do argentino na Liga dos Campeões com 5 títulos e o rival 4, e no Mundial de Clubes com 4 conquistas contra 3 de Messi.

Messi e Cristiano se cumprimentam antes de amistoso entre Argentina e Portugal em 2014

De fato, se for analisada a carreira em suas respectivas seleções, o português também leva a melhor por ter sido essencial na conquista da Eurocopa de 2016 e da Uefa Nations League 2018/2019. Já a carência de um título pela seleção principal da Argentina é apontada como uma das frustrações de Lionel Messi, que ainda não levou seu país a algum triunfo no futebol. Por outro lado, a lealdade ao Barcelona é uma marca do camisa 10 que pode estar jogando a última temporada na Espanha depois de toda polêmica de uma provável saída na última janela de transferências. Isso porque as diferenças com a direção da equipe e a saída de seu principal companheiro de ataque até então, Luis Suárez, podem ser decisivos na permanência ou não do atacante no fim da temporada.

Em 2018, quando Cristiano Ronaldo deixou os Merengues, muito se questionou sobre o nível em que os dois continuariam jogando pela falta de rivalidade a partir dali no El Clásico e por quantas vezes eles voltariam a se enfrentar. Hoje, há dúvidas sobre outros embates mas até aqui, o equilíbrio dos números e as jogadas e gols feitos por cada um, os fazem merecedores de terem levado as últimas 11 Bolas de Ouro de 12 que estiveram em disputa – 6 conquistadas por Messi e 5 por Cristiano Ronaldo. Por enquanto, as chances de se enfrentarem não são mais tão expressivas mas com a possível saída do argentino do Barcelona, a Inter de Milão já manifestou interesse na contratação de Messi em 2021, que seria a maior de sua história, e possivelmente garantiria outros jogos históricos dessa grande rivalidade que fascina os amantes de futebol.

Compartilhe esta publicação
Continuar Lendo
1 Comentário

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *