Entre em contato conosco

Futebol Nacional

Série B: Chape segue na liderança e Cruzeiro ganha fôlego com Felipão

Published

em

Chape empata com Oeste e chega aos 41 pontos. Cruzeiro atinge 13ª colocação mas com a sequência de jogos agora ocupa a 15ª

Compartilhe esta publicação

Após procurar técnicos com boas campanhas na série B como Lisca do América-MG, Umberto Louzer da Chapecoense, e Marcelo Chamusca do Cuiabá e ter respostas negativas, o Cruzeiro acertou a contratação do técnico gaúcho Felipão que já mostra resultados que elevam as expectativas do torcedor. Depois de 4 jogos pela Raposa, Luiz Felipe Scolari elevou o aproveitamento do Cruzeiro para 83,3% conquistando 10 dos 12 pontos que disputou. O empate com o Náutico e as vitórias sobre Operário, Paraná e mais recentemente Botafogo-SP tirou o time mineiro da zona de rebaixamento e resgatou a competitividade que estava em xeque. Com um time mais organizado e ofensivo, o torcedor viu em poucas rodadas uma postura diferente em campo que pode dar ao Cruzeiro uma posição mais confortável para restabelecer a confiança que merece.

Mesmo ainda sem um time brilhante, agora com a chegada de Scolari, a busca por reforços e os pedidos por um meio-campista e um atacante pra atuar na ponta tem feito os dirigentes analisarem possíveis contratações na série A. Nomes como Jean Mota e Copete já foram citados mas além de satisfazer a vontade do treinador, o time ainda precisa adequar as negociações a folha de pagamento. De fato, a equipe deu início ao segundo turno renovada e completou seis jogos sem derrota. Felipão declarou em entrevista após a partida que o foco é não cair, mas a liberação para registrar novos atletas juntamente a essa fase mais otimista aumenta as chances de um possível acesso à série A, o que parecia um pouco distante com todas as turbulências que o clube passou e com os escândalos de corrupção na gestão que tirou o Cruzeiro da elite do futebol. Agora, apenas 8 pontos o separam do G4 e espera-se daqui pra frente maior regularidade e uma equipe que logo estará bem composta para recomposição do clube.

Série B

Foto divulgação Twitter Cruzeiro

Já na ponta da tabela, a Chapecoense empatou com o Oeste pela 20ª rodada e abriu 5 pontos de vantagem sobre o América-MG que ocupa a segunda colocação. Mesmo destacando as boas chances que o time criou, o técnico Umberto Louzer lamentou o empate na Arena Condá que abriu o returno da competição contra o lanterna – “Empatar em casa é sempre ruim, ainda mais com tamanha superioridade” disse o treinador. Ainda assim, a arrancada do atual líder já era notada no início da competição quando em 3 jogos, o Oeste catarinense atingiu 7 pontos demonstrando uma largada positiva que agora deixa o torcedor esperançoso pela volta à série A.

Essa atual campanha é comparada com a de 2013 quando a ascensão do bom futebol levou o time de volta a competição com os grandes depois de 34 anos. A única preocupação é que há 7 anos o clube era exemplo de boa gestão e recentemente enfrenta desafios no que diz respeito a saúde financeira, já que em agosto o presidente Paulo Magro revelou uma dívida de R$82,1 milhões de reais, sendo desses R$28,7 milhões ainda referentes à tragédia aérea em 2016. Com a pandemia do coronavírus a arrecadação caiu e esse cenário monetário se agravou. No entanto, até o momento o foco da equipe vem suprindo as adversidades extra-campo e se continuar assim o time continuará em uma posição confortável onde garante o esperado acesso a elite do futebol novamente.

Série B

Foto divulgação Twitter Chapecoense

Compartilhe esta publicação
Continuar Lendo
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *