Entre em contato conosco

Basquete

The King – Segunda parte

Published

em

Na segunda parte da história, um jogador se torna mais… Um ídolo! Um símbolo! Uma lenda!

Compartilhe esta publicação

De volta ao lar

Depois de 4 anos na Flórida tendo conquistado o Bicampeonato e Bi MVP. Em 2014 James decide voltar para Cleveland, para formar o big three dos Cavs ao lado de Kyrie Irving e Kevin Love. Além dos três astros desta vez os Cavaliers tinham um time equilibrado e competitivo. Foi o líder da conferência leste, e levou a conferência nos playoffs, mas.. Não conseguiu bater o Golden state Warriors na final – a lesão de Irving atrapalhou muito o que poderia ser a conquista inédita para os cavs – O GSW foi o campeão da temporada vencendo-a no jogo 6.

Um bom retorno

Entretanto, já na sua temporada de retorno, todo o hate sobre Lebron com sua saída para Miami havia sido esquecido. O king não havia “prometido”, mas a cidade, os torcedores, o time – e logicamente, mais que todos eles – Lebron desejava este campeonato. Esse seria um anel muito mais especial, é para seu estado e sua cidade, é para onde tudo começou. E como disse ‘o próprio’ é pra vocês!

A busca pelo campeonato INÉDITO!

No ano seguinte… Novamente a equipe devorou o leste! A parceria Lebron James/Kyrie Irving era sensacional! combinando para números massivos durante a temporada regular, mas principalmente nos Playoffs. Os Cavs terminaram a temporada regular com a parcial de 57 vitórias e 27 derrotas, que lhes dava a 1ª colocação da conferência leste – Enquanto isso os adversários da ultima final, fizeram a assustadora marca de 73 vitórias e somente 9 derrotas. E não parecia que algum time poderia vence-los numa serie melhor de 7 –

Domínio do Leste

Vieram então os playoffs, e os Cavaliers enfrentaram a equipe do Detroit Pistons. E como era o esperado, sem dificuldades varreram o 8º colocado do leste. Nas semifinais a vassoura cantou novamente e a vitima da vez foi o Atlanta Hawks. E na finalíssima do Leste o primeiro time que daria trabalho ao rei e sua equipe, os canadenses do Toronto Raptors. Na Quicken Loans Arena o Cleveland dominou as ações, abrindo 2×0 nas partidas em seus domínios, com ampla doutrinação de Lebron e Kyrie que combinaram para 50 ou mais nas duas partidas. Mas tudo começou a mudar quando a serie viajou para o canada.

 

O Cavs conheceu sua primeira derrota em pós temporada, naquela season. Em Toronto o time da casa foi melhor no game 3. Demar DeRozan e Kyle Lowry doutrinaram pelos Raptors e saíram vitoriosos, tanto na primeira quanto na segunda partida disputada em seu ginásio. Sendo que no Game 4 a dupla dinâmica canadense anotou 30 pontos cada empatando a serie e alongando aquela final – Não foi somente o Cleveland que sofreu na final de conferência, o GSW só classificou-se para o NBA Finals, após um SOFRIDO jogo 7, contra OKC – No jogo seguinte o massacre se deu 116×78 para os Cavs, a classificação veio no sexto jogo nova vitória avassaladora e a taça mais próxima do que nunca!

NBA Finals!

Porém do lado de lá o bixo papão Golden State Warriors, que teria os primeiros mandos de quadra. E caso necessário o jogo 7, seria na Oracle Arena, ou seja tudo seria decidido na Califórnia. O jogo 1 foi vencido pelos donos da casa, com participação importante da segunda unidade da equipe, comandada por Steve Kerr, André Iguodala e Shaun Livinston, além do brasileiro Leandrinho jogaram muito no triunfo do GSW por 104×89. Lebron por pouco não anotou um triplo duplo, seus números foram, 23 pontos, 12 rebotes e 9 assistências, também pelos Cavaliers Irving teve 20 pontos e distribuiu 4 assistências. Kevin Love e Tristan Thompson pegaram mais de 10 rebotes cada.

Inicio forte do GSW

O jogo 2 foi uma repetição do jogo 1, embora com mais falhas defensivas dos Cavs. Mas o problema maior foi a segunda metade do jogo, onde faltou ao time assertividade no ataque. Nos últimos 24 minutos o time marcou apenas 33 pontos. O placar final foi 110×77, e tudo parecia caminhar para outro anel para o MVP da temporada Stephen Curry, ao lado de Klay Thompson e Draymond Green. O pesadelo se repetiria para os torcedores dos Cavs?

 

Foi então que a serie viajou para Ohio, e foi na sua casa que o King deu show e devolveu a lavada! Com 32 pontos, 11 rebotes e 6 assistências ele foi dono da partida, enquanto o armador Kyrie Irving anotou 30 pontos – salvo duas bolas incríveis de 3 pontos que deram números finais ao 1º quarto – entretanto o lance que marca essa vitória dos Cavs e também a imposição da equipe na partida, só poderia ser dele… Lebron rouba a bola de Curry, no meio da quadra cai, controla a bola, se levanta e parte para a cesta, mas ele passa a bola para Jr Smith que lança para a ponte aérea que Lebron executa com uma das mãos e leva o público ao delirio! Placar final 120 x 90 Cleveland Cavaliers.

História se repetindo?

No jogo 4, equilíbrio e vitória dos visitantes. 3×1 na serie e GSW com uma mão na taça. Contudo do outro lado estava o melhor jogador da liga – ainda que Stephen Curry tenha conquistado o MVP unanime naquela ocasião – havia ainda um tal de Lebron Raymone James no time adversário. E a história começaria e ser escrita naquele jogo 5, já que até então nunca na história do jogo um time foi capaz de reverter um 3×1 em uma NBA Finals.

A primeira batalha!

O GSW seria campeão se vencesse, os Cavs jogaram a vida na serie, a vida no campeonato e deram a vida pela vitória e a vitória veio! O Rei teve uma noite de gala, com um coadjuvante de luxo. Os números ABSURDOS de Lebron foram: 41 pontos (16 – 30 FG), 4 chutes de 3 certeiros, 7 assistências e ainda 16 Rebotes. Enquanto isso Kyrie anotou os mesmos 41 pontos (17-24 FG) chutando para mais de 50%, inclusive nos arremessos do perímetro (5 de 7 em chutes para 3 pontos) e distribuiu 6 assistências. Apresentação fantástica, alucinante, brilhante da dupla e 3×2 na serie.

O sonho se tornando possível!

O 3×3 ocorreu em Ohio, e Lebron provou que um raio cai duas vezes no mesmo lugar! De novo o homem fez 41 Pontos, 8 rebotes, 4 roubos e 3 tocos, além de distribuir 11 assistências… Quer mais? Lebron doutrinou no garrafão ofensivo e entre o final do terceiro período e metado do 4º, James marcou TODOS os 18 pontos de seu time neste intervalo. O que foi isso King? – Alias, rolou um toco do Lebron pra cima do Curry no final do jogo, que levou a arena abaixo! E deu o “MVP moral” para James – Que venha o jogo 7

CLEVELAND, THIS IS FOR YOU!

Sabe o toco do Lebron no Iguodala? Então. Foi nesse jogo, partida muito acirrada na Califórnia. Ninguém deu nada de graça e o jogo foi pegado e disputado ponto a ponto. Até que com menos de 1 minuto para o fim jogo, o Cleveland tem a posse, 89×89 no placar, Kyrie tem a bola e Curry esta na marcação, posicionado na defesa, o camisa 2 dribla e chuta… 3 pontos mais para os Cavs. E sim! Aconteceu! O Cleveland virou a serie! Teve TD de Lebron na final 27 pontos 11 rebotes e 11 assistências. Depois de 52 anos os Cavs eram campeões do mundo! E o rei realizava o sonho de dar um titula ao seu estado, a sua cidade e a sua gente! CLEVELAND THIS IS FOR YOU! Terceiro anel de campeão e o reconhecimento eterno como um dos maiores do seu tempo!

 

Compartilhe esta publicação
Continuar Lendo
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *