Entre em contato conosco

Luta

Treinadores são necessários? O curioso caso de Mike Perry no UFC

Published

em

mike-perry-ufc-namorada
Compartilhe esta publicação

Normalmente numa luta de MMA, o lutador leva para seu córner  cerca de  dois a três treinadores e companheiros de treinos. Mas, no UFC do último sábado em Las Vegas, Mike Perry quis inovar em seu córner.

Em má fase na carreira, o lutador americano Mike Perry surpreendeu o mundo do MMA ao anunciar que na sua luta  no último UFC Las Vegas teria apenas sua namorada no córner durante o combate com Mickey Gall. Após sair da equipe Jackson-Wink, uma das maiores do esporte, Platinum como é conhecido Perry não quis saber mais de treinadores e escalou a namorada Latory Gonzalez para lhe acompanhar na luta.

Assim tal atitude prejudicou a atuação de Mike Perry? A principio não. Apesar de levar um atraso no primeiro round, Perry usou sua experiência de 10 lutas a mais que Mickey Gall e dominou os outros dois rounds do confronto. Portanto, venceu a luta por decisão unânime dos juízes, e assim, retomou o caminho das vitórias depois de duas derrotas em sequência.

Vale ressaltar, que o adversário de Mike Perry  tem muita pouca experiência no MMA e vem de uma sequência de vence uma perde a outra. Ademais, um fato interessante é que Mickey Gall foi contratado pelo UFC com apenas uma luta para receber o ex-superastro da WWE CM Punk, o qual venceu com muita facilidade.

Após o combate, Mike Perry elogiou muito a performance de sua namorada Latory como córner e declarou na coletiva de imprensa:

“Ela fez um ótimo trabalho, manteve tudo muito simples.”

Assim, nos resta saber se tal atitude virará rotina nos octógonos ou foi só um caso isolado no UFC em Las Vegas.

Compartilhe esta publicação