Entre em contato conosco

Futebol Internacional

UMA LOUCURA QUE JAMAIS VOU CURAR: RELEVÂNCIA

Published

em

A RECOPA de 2018 colocou frente a frente campeões gigantes do nosso continente, naquele duelo eterno entre Brasil x Argentina. Veja como foi!

Compartilhe esta publicação

A parte final desta trilogia se dá justamente na última conquista com alguma relevância, deste grupo que ficará eternamente marcado na história tricolor.
A conquista da segunda RECOPA Sul Americana pelo Grêmio football porto alegrense!
A quem interessar possa; há aqui neste mesmíssimo site as primeiras partes dessa saga “Uma loucura que jamais vou curar” onde este que vos fala retrata o grito preso na garganta quando veio o penta da copa do Brasil em 16, bem como o sonho alucinado da libertadores em 17... Quem quiser confira!

RECOPA: Como foi o confronto.

O primeiro grande desafio do ano era está taça, contra o Independiente de Avellaneda, o gigante argentino dono de SETE copas libertadores e dois mundiais um dos maiores do continente, pra se ter uma ideia o nome do estádio dos caras é ‘Libertadores da América’.
Mas do lado de cá, também vinha um rei de copas, três libertas, cinco CB’s, um mundial e uma Recopa.
O mais copero do Brasil, contra o Rei de copas da Argentina… A disputa começa dia 14 de fevereiro de 2018, em Avellaneda. E a decisão, no dia 21 em Porto Alegre. Cabe uma pequena ressalva, antes de lhes descrever os acontecimentos daquelas partidas. O Grêmio já havia conquistado uma recopa, jogo épico! 4×1 e chocolate de Jardel, Paulo Nunes, Carlos Miguel e Cia pra cima dos argentinos… Do Independiente!

A conquista daquela máquina dos anos 90, não teve nada de parecido com o BI campeonato. Dois empates e decisão nos pênaltis.
Na partida de ida na Argentina, o placar e o jogo se decidem no primeiro tempo. Após falha do zagueiro Amorebieta, Luan, o rei da América, abre o placar pro Grêmio, fazendo a alegria da massa tricolor e a tristeza de mais de 45 mil argentinos presentes nas arquibancadas, aos 21 da etapa inicial o Grêmio tem 1 e o Independiente 0. As coisas começavam a se tornar favoráveis ao time gaúcho quando Gigliotti aplica uma cotovelada desleal em Kanneman. O camisa 9 do Independiente é expulso antes de meus hora de jogo e parece que agora o jogo ficaria na feição para o tricolor.
Ledo engano, pois aos 33 minutos, mais ou menos, 6 minutos depois da expulsão, o time da Argentina empata.
Menendez bate a falta pra dentro da área, Cortez desvia contra e mata Marcelo Grohe. 1×1.

A segunda partida é em Porto Alegre, em casa o time de azul é superior tecnicamente, finaliza e agride… Mas o gol não sai. Mais adiante na partida a superioridade se torna numérica também, Amorebieta comete falta em Luan e leva o cartão vermelho. Aquela altura o goleiro Campaña e o próprio Amorebieta já haviam salvado a pele do Independiente algumas vezes em tentativas de Everton, Luan e Cícero.
Mesmo com um a mais em campo, o zero a zero não saiu do placar nem depois da prorrogação. Empate lá e empate cá, pênaltis iriam decidir o campeão!
Mas a terceira volta olímpica consecutiva na Arena custou a acontecer, mesmo nas penalidades máximas.
Um após o outro argentinos e brasileiros convertiam em gols suas cobranças. A quinta batida do Gremio na camisa 7 de Luan! Na mística 7 de Renato, de Paulo Nunes e agora deste novo ídolo da próxima geração de gremistas. Luan, Gol!
Grêmio 5
Independiente 4 Benítez pra batida, o 7 deles, das 7 libertadores, do rei de copas argentino, Benítez bate…

Grohe pega! A bola ainda bate no travessão e sai. É campeão! É BI campeão! Contra os argentinos, na nossa casa! Já quase com ares do velho casarão empilhador de taças olímpico monumental! Marcelo pega o último pênalti. Faixa no peito, medalha no pescoço e taça na mão!
Pouco mais de 40 mil gremistas na Arena vendo a festa e a alegria que era ser Gremio! Neste título que fecha às páginas de uma das histórias mais bonitas do meu tricolor…

Pouco mais de 40 mil gremistas na Arena vendo a festa e a alegria que era ser Grêmio! Neste título que fecha às páginas de uma das histórias mais bonitas do meu tricolor...

Luan, nosso 7! ídolo da próxima geração der gremistas. Lucas Uebel/ Gremio FBPA

Compartilhe esta publicação
Continuar Lendo
2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Renato e as suas - Vai Que To Te Vendo Vai Que To Te Vendo

  2. Pingback: Amanhã tem GRENAL - Vai Que To Te Vendo Futebol Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *