Entre em contato conosco

Futebol Internacional

UMA LOUCURA QUE JAMAIS VOU CURAR: UM SONHO (2017)

Published

em

Relembre a conquista do Tri da América! Todos os grandes momentos do Tricolor dos pampas pintando o continente de azul, preto e branco!

Compartilhe esta publicação

 

A sequência de coisas que aconteceram com o Grêmio de 2015 para cá.

Fonte: Lucas Uebel

 

 

A sequência de coisas que aconteceram com o Grêmio de 2015 para cá. Talvez seja uma das reviravoltas mais alucinantes da história do futebol! Isso pode ter se concretizado devido a filosofias vencedoras que vieram sendo implantadas na equipe por uma sequência de treinadores Vanderlei Luxemburgo, Felipão, Roger (ídolo no gremio, e multi campeão) e finalmente Renato. 2016 acabou, o Grêmio levantou taça, o Inter caiu… E o ano novo veio, e chegou para ser um dos maiores anos da história tricolor!
Aliás, Oi! Meu caro leitor, você vai bem? Este é o segundo capítulo de uma trilogia dos títulos do Grêmio football porto alegrense. E como tu já viste na data. Está é a história do sonho! Da realização maior dos grandes clubes deste continente! Essa é a história que alavanca o Grêmio ao patamar de tricampeão da América!

A campanha do maior do sul naquela libertadores foi irretocável! O Grêmio praticamente não teve problemas, enfrentando Zamora(Ven), Deportes Iquique(Chi) e Guarani(Par) na fase de grupos. Os matas da fase final começaram com os Argentinos do Godoy cruz.

O Grêmio era um time do qual se dava gosto assistir na tv. Barrios sendo o grande 9 que o time precisava, Luan era fantástico… Nosso camisa 7 foi o melhor jogador das Américas, o guri sobrou, chamando a atenção de Tite, e sendo citado e cotado por inúmeros jornalistas para fazer parte da seleção
A dupla de zaga mais sólida do país ainda era formada por um Argentino e um Brasileiro, e não há contestação nisso! Eles não vestem vermelho! Eles não vestem verde! Eles são Walter kanneman e Pedro Geromel
Arthur (que seria levado ao Barcelona para jogar com Messi e Cia) Fernandinho, Jailson (hoje no Fenerbahçe), Pedro Rocha… Enfim que time era este Gremio!
Tanto que além da taça da liberta, o Grêmio chegou ao G4 no Brasileirão e foi a semifinal da Copa do Brasil

Tanto que além da taça da liberta, o Grêmio chegou ao G4 no Brasileirão e foi a semifinal da Copa do Brasil

Fonte: Lucas Uebel (Gremio)

Espião

As oitavas da libertadores começaram como um relâmpago! Aos 40 segundos de jogo, Ramiro abriria o placar para o Grêmio sobre os argentinos, gol solitário da partida e vitória fora de casa, Edilson ainda colocaria uma bola no poste, um foguetaço no travessão em cobrança de falta.
O jogo da volta começou controlado, mas aos 15 minutos em um chute muito feliz, Correa abre o marcador 1×0 Godoy na arena do Gremio
Depois de sofrer o gol, o Grêmio cresce na partida, logo tem uma bola na trave em chute de Luan e na sequência empata a partida com Pedro Rocha após falha do goleiro adversário, ainda na primeira etapa Barrios acerta o travessão e termina empatado o primeiro tempo.

O segundo tempo começa e o gremiao da massa segue melhor e confirma a superioridade da melhor forma.
Geromel rouba a bola arranca até a intermediária e solta para Luan que penteia a bola, ganha do zagueiro e encontra Barrios na marca penal, este finaliza seco e a bola encontra o pezinho da trave mas volta na pinta, perfeita para o tapa de Pedro Rocha, gol! O homem do jogo faz seu segundo e fecha a conta.
Aquela altura o Grêmio recebia propostas por Luan e este permanece em Porto Alegre, pressentindo a glória que viria! E sabendo que ajudaria o seu time e a sua torcida a pintar a América de azul, preto e branco!

 

Espião

Fonte: Lucas Uebel (Gremio)

Quartas de final

Vieram as quartas, e veio o sufoco. Depois de um 0x0, difícil no Rio. O Grêmio decide a vaga em casa mais uma vez, contra os cariocas do Botafogo. E foi chorado, foi brigado, quiçá o jogo mais complicado deste campeonato que se resolve aos 17 do segundo tempo, em cruzamento de Edilson, Barrios briga com o zagueiro e manda pro gol! 1×0 e Gremio classificado a próxima fase.
Detalhes importantíssimos destes confrontos contra o fogão: Luan não atua em nenhum dos jogos, e o enfrentamento se d eu logo após a venda de PR32 ao Spartak Moscou

Quartas de final

Fonte: Carlos Barros (DIARIO EL UNIVERSO)

 

Semifinais

Chegamos as semifinais e parecia que o impossível aconteceria! Dois gigantes do futebol Sul americano e dois times que em tese seriam meros coadjuvantes nessa série. O tricolor do sul bicampeão enfrentaria o modesto Barcelona do Equador
Na outra chave o poderoso River plate do monumental de Nunez teria pela frente o, também argentino, mas muito mais modesto Lanús auto intitulado maior time de bairro do mundo
De um lado deu a lógica, do outro… Mas vamos contar a história tricolor, o Grêmio viajou para Guayaquil. Onde iria enfrentar o Barcelona.
Foi nessa partida que a maior defesa da década (quem sabe a maior defesa da história do futebol) aconteceu. Grohe prática uma defesa que não tem adjetivos suficientes para definir… Maravilhosa, incrível, impossível, inacreditável, absurda, assustadora não se sabe qual palavra usar para definir o que fez Marcelo Grohe na noite de 25/10/17. O Grêmio supera o adversário fora de casa por 3×0 com dois gols de Luan e um de Edilson
Na Arena a equipe sofre uma derrota por placar simples e garante a vaga na final sem muito sofrimento. Novamente o Grêmio figura em uma final continental! O Grêmio volta ao seu lugar de direito e o sonho começa a se tornar real.

 

 

Final

La gloria eterna I – 22/11/2017, Arena do Gremio.

La gloria eterna I - 22/11/2017, Arena do Gremio

Fonte: Lucas Uebel (Gremio)

 

Não havia mais nada! Não podia haver… O Grêmio estava na final da libertadores, a glória eterna estava a 180 minutos de uma nação azul, sedenta que gritava aos ventos, “NÓS VAMO ACABAR COM PLANETA”. E mais de 50 mil torcedores lotaram a Arena, o estádio pulsava tal qual o coração de cada gremista onde quer que estivesse, em casa, no bar, na avenida Goethe ou na Esplanada da Arena… Estava acontecendo!
O Grêmio era superior durante a partida teve poucas chances claras na primeira etapa, o Lanús assustou em duas jogadas, que exigiram de Marcelo grandes defesas, o zero a zero teimava em não sair do placar, o time da casa não achava formas de furar o bloqueio argentino, Ramiro, Cortez e Jailson tentaram finalizar mas sem muito êxito, o goleiro Andrada quase entrega em dado momento, mas Barrios desequilibrado não aproveita.
Então brilha a estrela de Renato. Ele faz substituições na equipe e leva a campo Cícero e Jael. E aos 37 o Grêmio faz seu gol. Edilson lança na área, Jael escora de cabeça e Cícero dá um toquinho na saída do goleiro. O Grêmio vence o jogo, e mesmo tendo um pênalti sonegado no último lance, viaja para a Argentina em vantagem. Uma mão na taça! E os 90 minutos da vida para o seu apaixonado torcedor!

A glória eterna II – 29/11/2017, La Fortaleza, Lanús.

A glória eterna II - 29/11/2017, La Fortaleza, Lanús.

Fonte: Augustin Marcarian (REUTERS)

 

O último episódio foi o ápice, Renato e seus comandados fecharam com chave de ouro a campanha campeã de 2017!
Em nenhum momento da partida o adversário conseguiu sequer preocupar o Grêmio! O time foi soberano em território inimigo, e por volta de 5 mil gremistas calaram mais de 30 mil argentinos!
O Grêmio era agressivo na marcação, o Lanús estava acuado o Grêmio trocava passes com eficácia fazia triangulações e abria espaços, mas o primeiro gol saiu de um lance totalmente individual o time da casa tentava um ataque e Fernandinho pressionando a bola vence a jogada ainda no campo de defesa tricolor, a bola é adiantada e ele arranca só parando no gol! Uma pancada de canhota sem chances para Andrada. A Bandeira azul estava sendo cravada no objetivo, pela terceira vez o Grêmio libertava a América.
Ainda no primeiro tempo, a nossa mística camisa 7 teria mais uma vez protagonismo em uma conquista gigante. Luan recebe uma bola espirrada pela ponta esquerda, domina e carrega pelo meio com imensa tranquilidade, da uma cavadinha humilhante e a bola morre no fundo das redes, golaço! 2×0. E nada mais poderia tirar esta taça de Porto Alegre! De novo o Grêmio iria para o Mundial!
O Lanús ainda descontou no segundo tempo, e esbarra as demais tentativas na marcação e no goleiro tricolor. Acabou!
Era real! O Grêmio era campeão da América! O Grêmio era o maior do Brasil e do continente, o Grêmio iria para os emirados árabes enfrentar o Real Madrid (e perdeu de 1×0 só, detalhe do penaltizinho no Ramiro que o juiz não deu) não fomos campeões do mundo infelizmente… Mas teríamos mais uma taça em disputa logo ali na frente, mas essa aí é uma outra história…

 

 

Quer saber mais sobre os clubes brasileiros?! Clique aqui

Compartilhe esta publicação
Continuar Lendo
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *