Entre em contato conosco

Endurance

Os astros que levarão a bandeira brasileira ao grid das 24 Horas de Le Mans

Published

em

As chances de vermos as cores verde e amarela no pódio de Le Mans são grandes, com pilotos brasileiros inscritos nas quatro classes do grid

Compartilhe esta publicação

Enfim as 24 Horas de Le Mans chegaram, mesmo com este cenário imprevisível da pandemia da covid-19, e como de costume, veremos nossa bandeira brasileira sendo muito bem representada nesse grid sensacional!

Imagem: Redes sociais do FIA WEC

Bruno Senna

O ex-piloto de Fórmula 1, que infelizmente não teve a melhor das passagens pela categoria máxima do automobilismo mundial, decidiu se aventurar nos campeonatos de endurance, e de alguns anos pra cá vem cumprindo esse desafio com êxito. Desde 2017 faz parte da Rebellion Racing, e compete no FIA WEC pela classe LMP1, com o protótipo Rebellion R13 #1, ao lado de Norman Nato e Gustavo Menezes, conquistando diversas vitórias e pódios nas últimas temporadas do torneio. Da mesma forma que na temporada regular, Bruno terá Nato e Menezes como companheiros de equipe nesta edição da maior prova de longa duração do mundo.

Imagem: Andrej Alesko (AdrenalMedia.com/FIA WEC)

André Negrão

Campeão da prova em Le Mans no ano passado, e ainda por cima campeão do WEC na classe LMP2 pela equipe Signatech Alpine, já deu pra ter uma ideia né?! Negrão vem forte para repetir a vitória em La Sarthe na classe secundária de protótipos, junto dos companheiros de equipe Pierre Ragues e Thomas Laurent, a bordo do modelo Alpine A470 de numeral #36.

Imagem: Joao Filipe (AdrenalMedia.com/FIA WEC)

Daniel Serra

Além de tricampeão da Stock Car, o piloto de São Paulo já faturou duas vezes as 24 Horas de Le Mans, ambas na classe GTE-PRO. Em 2017 foi campeão da prova pela primeira vez, com as cores da Aston Martin Racing ao lado de Darren Turner e Jonathan Adam. No ano passado repetiu a dose, e subiu ao topo do pódio junto de James Calado e Alessandro Pier Guidi, pela equipe oficial da Ferrari, a AF Corse. No próximo final de semana, Serra novamente terá Calado e Pier Guidi no comando da Ferrari 488 GTE EVO de numeral #51.

Imagem: Joao Filipe (AdrenalMedia.com/FIA WEC)

Felipe Fraga

O piloto de Jacundá no Pará já fez seu nome no automobilismo nacional, conquistando o título da temporada 2016 da Stock Car, e se tornando o piloto mais jovem a ser campeão da categoria. Após seis anos competindo no Brasil, decidiu focar nos torneios europeus de Gran Turismo em 2020, disputando o GT World Challenge pela equipe AKKA ASP, e o FIA WEC pela Team Project 1, essa na qual participará das 24 horas no próximo final de semana, guiando a Porsche 911 RSR #57 na classe GTE-AM junto de Ben Keating e Jeroen Bleekemolen.

Imagem: Joao Filipe (AdrenalMedia.com/FIA WEC)

Oswaldo Negri

Veterano no cenário norte-americano do esporte a motor, Negri já tem uma boa bagagem tanto em carros de fórmula como nos GT’s. Ao longo da carreira disputou várias divisões de Fórmula 3 em diversos países. Nos próprios Estados Unidos, foi campeão das 24 Horas de Daytona em 2012. Neste ano estará presente em Le Mans pela equipe suíça, Luzich Racing, guiando a Ferrari 488 GTE EVO #61 ao lado de Francesco Piovanetti e Come Ledogar, na classe GTE-AM. Apesar de ter nascido no Brasil, Negri é cidadão estadunidense e está inscrito nas 24 horas como piloto da terra do tio Sam.

Imagem: José Mário Dias

Marcos Gomes

Mais uma jóia do grid da Stock Car, e ainda por cima campeão das pistas brasileiras em 2016. Gomes estará na França representando a Hub Auto Racing também na GTE-AM, dividindo o cockpit da Ferrari 488 GTE EVO #72 com Morris Chen e Tom Blomqvist.

Imagem: Redes sociais do piloto

Augusto Farfus

E por fim, mas não menos importante, o curitibano Farfus é considerado hoje um dos principais nomes brasileiros presentes no automobilismo mundial. Traz em seu currículo a vitória nas 24 Horas de Nürburgring (2010), 24 Horas de Dubai (2011) e 24 Horas de Daytona (2019), além de diversos outros títulos e passagens nos GT’s ao redor do mundo. Em 2018 foi campeão da Copa do Mundo de GT nas ruas de Macau. Hoje atua como piloto de competição oficial da BMW, porém neste final de semana em Le Mans, vestirá o macacão da Aston Martin na classe GTE-AM, e estará no comando do Aston Martin Vantage AMR #98 junto de Paul Dalla Lana e Ross Gunn.

Imagem: Redes sociais do piloto

Pipo Derani

A princípio o piloto da Action Express/Whelen Engineering no IMSA WeatherTech SportsCar Championship estava inscrito nas 24 Horas de Le Mans deste ano, na classe LMP2 pela equipe DragonSpeed. Porém, de última hora, o time anunciou o ex-piloto da Fórmula 1 e Fórmula Indy, Juan Pablo Montoya como seu substituto no protótipo Oreca 07 #21.

Imagem: José Mário Dias

Compartilhe esta publicação